• abrace essas dez

    Você sabe quais são as espécies mais ameaçadas do estado do Rio de Janeiro? A Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) escolheu 10 das espécies em risco de extinção para ...

  • guirlanda de rolhas de vinho

    Por Andrea Mieko | Publicado originalmente no Greenstyle O Natal está chegando e muitos estão se preparando para comemorar essa data tão especial. Montar a árvore, pendurar a guirlanda na porta, ...

  • Green Heart

    Por Andrea Mieko | Publicado originalmente no Greenstyle  Você é daquelas pessoas que está sempre tentando encontrar um jeito mais sustentável de levar a vida? Que volta e meia se sente ...

  • Dirija Menos

    Por Andrea Mieko | Publicado originalmente no Greenstyle Se entrar em forma ficou como meta pra 2012, não deixe de conferir estas dicas que formulamos com base em texto publicado no ...

  • amazonia

    Veja abaixo anúncios super inspiradores feitos pelo pessoal da WWF. Sem mais explicações, as imagens dizem tudo. Quem quiser conhecer o trabalho da ONG, clique aqui.

  • tigre

    01 - Tigre Novos levantamentos indicam que existem menos de 3,2 mil tigres na natureza. Hoje, só restam apenas 7% do habitat natural destes animais. O extermínio dos tigres também está ...

  • bed+zed

    "Construções bioclimáticas, arquitetura sustentável, ecovilas, green buildings, bioconstrução, permacultura, construção ecológica e empreendimentos verdes são temas bastante discutidos hoje. Com a preocupação cada vez maior com as questões ambientais, ...

  • imagem-12

    E eu que pensava em pesquisar produtos de limpeza que fossem mais ecológicos nas prateleiras do supermercado, descobri uma maneira muito mais ‘sustentável’! Encontrei receitas de como fazer seu próprio ...

Os Famosos Sacos Plásticos

Posted by meumundosustentavel 13 Comments

Na comunidade Desenvolvimento Sustentável na rede social orkut, começou uma discussão sobre os famosos sacos plásticos que tanto fazem parte da nossa vida, seja no supermercado ou na quitanda, na farmácia, nas papelarias, nas lojinhas de presentes e etc. Eles estão em todo lugar e o pior de tudo, é ter que admitir que eles são muito eficientes na hora de juntar o lixo de casa.

Os sacos plásticos apesar de úteis, causam uma tremenda poluição ao meio ambiente. Isso porque eles são feitos de cadeias moleculares inquebráveis, isso é, são difícies de serem degradados, podendo levar cerca de 400 anos para desaparecer completamente. Além disso, a manufatura do polietileno – substância do qual é feito o saco plástico – faz-se a partir de combustíveis fósseis o que acarreta a emissão de gases poluentes.Mas o maior problema é o destino final que damos a esses saquinhos plásticos. Eles sempre acabam nos aterros sanitários ou nos rios e oceanos quando o esgoto é jogado sem tratamento.

Nos aterros sanitários e mesmo lixões à céu aberto, os sacos plásticos dificultam e impedem a decomposição de materiais orgânicos e/ou biodegradáveis. Além disso, comprometem a capacidade do aterro, deixam o terreno muito impermeável e instável para uma boa adequação dos resíduos.

Já no mar, o saco plástico além de poluir visualmente, e diminuir a qualidade da água, provoca asfixias em animais marinhos. Baleias, tartarugas e golfinhos podem confundir algas e águas-vivas com os sacos plásticos e acabarem sufocadas, o que as leva à morte. O caso mais dramático ocorreu em 2002, quando uma baleia anã deu à costa da Normandia com cerca de 800 kg de sacos de plástico encravados no estômago.


Em alguns lugares do mundo já foram tomadas atitudes para acabar com o uso dos sacos plásticos. Em São Francisco, nos EUA, foi proibida a utilização desses sacos em supermercados e farmácias. Na Europa, vários países – Alemanha e Dinamarca, entre outros – já evitam a entrega gratuita de sacos pelos supermercados à clientela. Na Irlanda, por exemplo, há um imposto de 0,22€ para cada saco plástico distribuído, o que reduziu em 90% o uso. E melhor ainda: todo o dinheiro recolhido vai para projetos ambientais.

Em Zanzibar (um conjunto de ilhas na África), também foi proibido o uso das sacolas plásticas, pois o turismo que é principal atividade econômica esta sendo prejudicado pelos danos à vida marinha. Mas lá a atitude foi bem radical: se você usar um saco plástico, pega seis meses de cadeia ou paga 02 mil dólares de multa.

Em alguns lugares os supermercados já fazem propaganda do uso de sacolas verdes, isso é, sacolas biodegradáveis, fotobiodegradáveis, hidrossolúveis e oxibiodegradáveis. E o custo total pela substituição por esses plásticos mais desenvolvidos é quase a mesma coisa dos comuns. Isso porque a procura está cada vez maior, o que vem barateando a novidade. E de qualquer maneira, a adoção desses plásticos traz benefícios com Preservação Ambiental e Marketing Verde.  

 

Cada vez mais pesquisas nos surpreendem, e eu fico me perguntando por que o Brasil ainda não tomou uma atitude sobre isso. Existem infinitas opções para substituir os usuais sacos plásticos que tanto nos trazem problemas. Cada família brasileira descarta em média 40kg de plástico por ano. E apenas os plásticos filme – os saquinhos dos supermercados e afins – correspondem 30% do total de plástico descartado.Em mais de 40 países, entre eles, Inglaterra, França e Portugal já utilizam as sacolas plásticas oxibiodegradáveis. Estas aceleram a decomposição do material numa velocidade até cem vezes maior (o plástico comum levaria dezenas de anos para se degradar). Tem seus aspectos negativos: o alto custo dos materiais que são partículas derivadas de metais pesados que assim poderiam contaminar os lençóis freáticos.

Fonte de pesquisa: Em Dia com a Cidadania; Jornal da Ciência; eupodiatamatando.com; cempre.org.br; resbrasil.com.br e Nobel Pack

Pesquisa feita por Andrea Mieko
(Ao copiar, não esqueça de citar a fonte e avisar por email)

 

Creative Commons License
Os Famosos Sacos Plásticos de Andrea Mieko está registrado na Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Publicado no site meumundosustentavel.com.
Permissões devem ser solicitadas por email: http://meumundosustentavel.com/contato/.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

13 Responses so far.

  1. Marcelo says:

    Nas comunidades, morros, lugares pobres, geralmente, há tremenda falta de infra- estrutura, falta de espaço para o lixo , que se acumula no chão e acaba se espalhando, fuçado por animais e levados pelas chuvas. mesmo se fosse em caixas de papelão entupiria os esgotos. Creio que seja necessário aumentar, e muito, a quantidade dos recipientes das empresas de coleta do lixo, pois sempre vejo sobrar lixo fora deles e, às vezes, os próprios recipientes caem
    e esparramam lixo pelo chão, que a chuva leva.

  2. [...] This post was mentioned on Twitter by Floricultura|Rebeca, Alerta Mundo. Alerta Mundo said: Entenda porque Saco é um Saco! http://is.gd/dYf2o #AlertaMundo [...]

  3. werner bazilio says:

    Resultados mensais obtidos em casa para redução da geração de lixo:

    Geração de lixo comum não reciclável: 6 kilos
    Geração de lixo reciclável para doação a Cooperativa Vitória da Penha: 50 kilos
    Geração de material orgânico que vai para a composteira: 40 kilos.
    Geração de sacolas plásticas que vão para o lixo: 0
    Fórmula para o sucesso do programa: Todo nosso lixo é prensado e compactado em apenas um saco reforçado de ração vazio de 15 kilos e amarrados com barbante onde são enviados para a Cooperativa que deposita o lixo comum não reciclável nos containers de lixo e reaproveita a embalagem para as indústrias de reciclagem. wbazilio@sabesp.com.br

    Gostaria muito de contribuir com projetos sociais de Sustentabilidade e aqui vai o meu trabalho para reduzir impactos Ambientais.

    Obs: Informo ainda que estamos implantando o sistema de Coleta Seletiva para preservação do Meio Ambiente com o programa de entrega voluntária de material reciclável ( PEVS ), para doação a Cooperativa Vitória da Penha e estamos recebendo qualquer tipo de material reciclável que possa ser reutilizado na indústria da reciclagem, inclusive roupas usadas, agasalhos, pilhas e baterias, óleo de cozinha armazenados em garrafas PET ou em potes de vidro, e desta forma gerar emprego e renda para catadores de rua, pois estamos com o compromisso de arrecadar 10 toneladas de material reciclável em 2009 e até o momento já conseguimos atingir a meta de 6 toneladas, faltando apenas 4. Caso tenha interesse em divulgar esta ação ou colaborar com o projeto Sabesp 3Rs, ( Reduzir, Reutilizar e Reciclar ), solicito a gentileza de entrar em contato conosco para maiores detalhes, wbazilio@sabesp.com.br

    Com a implantação do projeto Sabesp 3Rs ( Reduzir, Reutilizar e Reciclar ) atingimos os seguintes resultados mensais para incentivo ao Consumo Consciente:
    Geração de lixo comum não reciclável: 5 kilos
    Geração de lixo reciclável para doação: 50 kilos
    Consumo de água de 11m3 para apenas 7m3
    Geração de material orgânico: 40 kilos.

  4. alberto says:

    Somos uma empresa situada na região sul de são paulo e oferecemos serviços de ferramentaria, estamparia,injeção de peças plasticas, usinagem em geral.
    Visite nosso site: http://www.moldifer.com.br
    Fone: (11) 55170107

  5. rcosta says:

    Se todos no mundo tivessem essa idéia ou pelo menos pensasse em manter, conservar, zelar, etc… o MUNDO seria mais limpo e claro… SUSTENTÁVEL!!! Parabens!!!

  6. Dayse says:

    Olá, a materia é muito boa, faço téc em MA, e eu e um grupo de pessoas estamos elaborando um projeto sustentável em cima das famosas socolas plástica. no que vcs poderem ajudar vai ser ótimo ok.

  7. Oi Emanuella,
    esse artigo chamado “Os famosos sacos plásticos” foi escrito por mim, Andrea Mieko.
    Existe uma cópia no site Makaeh Cult onde tenho uma coluna de meio ambiente.
    Outros sites que tem a matéria não foram autorizados por mim, porém com as devidas indicações de fonte, não tem problema.
    Agradeço pelo seu comentário!

  8. Emanuella says:

    Oi, estava pesquisando no google sobre sacolas de plastico e achei essa mesma materia em outro site.
    Na verdade, nao sei quem escreveu realmente o artigo mas fico muito triste em ver a falta de orginalidade das pessoas e o plagio, pq foram usadas ate as mesmas fotos. apesar de ser um assunto importante.

  9. ivanildes gomes de lima says:

    esse site me ajudou muito a elaborar um projeto da universidade, o qual eu precisei desenvolver com turmas de 1 a 4 serie nas escolas pública de minha cidade. gostei muito! valeu!

  10. Priscilla says:

    Muito interessante esse site, eu me preocupo muito com o meio ambiente, moro no interior de MG, numa pequena cidade onde ninguém têm consciência nenhuma. Sou sozinha tentando fazer alguma coisa.
    Busco reportagens na internet, imprimo, coloco na minha loja.
    Gostaria de uma sugestões pra eu mandar pro prefeito da minha cidade, queria reunir varios arquivos e dicas de como melhorar isso.
    Se vcs tiverem uma sugestão eu fico muito agradecida.

  11. Carol says:

    Excelente pesquisa!
    Completíssima!

    Vale a pena conferir e buscar fazer a nossa parte!

    “Eu sou a minha cidade, e só eu posso mudá-la. Mesmo com o coração sem esperança, mesmo sem saber exatamente como dar o primeiro passo, mesmo achando que um esforço individual não serve para nada, preciso colocar mãos à obra. O caminho irá se mostrar por si mesmo, se eu vencer meus medos e aceitar um fato muito simples: cada um de nós faz uma grande diferença no mundo.”
    Paulo Coelho

    Um abraço a todos
    Carol Morais

Leave a Reply


    RSS Facebook Twitter Orkut

Pesquisar no site